br.blackmilkmag.com
Novas receitas

Geleia de morango

Geleia de morango


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.


Lave os morangos, limpe os talos e coloque-os numa tigela grande. Cubra com açúcar e deixe durante a noite.

No dia seguinte, quando forem fervidos, acrescente água e cozinhe em fogo baixo. Escolha uma frigideira grande, mesmo que tenha poucas frutas, para que o líquido escorra mais rápido e você não ferva muito. Quando você usa água ou pequenas quantidades de açúcar, o tempo de cozimento é maior e a geleia fica com um tom mais escuro.

Pegue a espuma quando precisar, mexa sempre, para não grudar. Ferva até que a calda se solidifique, demorei cerca de 40 minutos. Quando estiver pronto, despeje quente nos potes preparados de antemão, coloque as tampas, vire-as de cabeça para baixo, cubra com um pano de prato e deixe esfriar, depois etiquete.

Por não usarem conservantes, são guardados em local fresco e consumidos rapidamente. Para mim, mas eles não têm muito tempo para estragar: p



Bom apetite!


Se gostou da minha receita, pode encontrá-la no meu blog: http://ancutsa-cuisine.blogspot.com/2017/06/gem-de-capsuni-2017.html


1 kg de morangos pequenos
300 gramas de açúcar mascavo
o suco de um limão
manteiga como uma noz

Lave os morangos e seque cada um com papel-toalha, pois o excesso de água evitará que a geleia grude. Corte suas caudas cavando suavemente nelas para remover suas marcas lenhosas. Corte os morangos maiores pela metade. Coloque os morangos em uma tigela e polvilhe com cuidado o açúcar sobre eles, depois deixe-os descobertos por 12 horas em temperatura ambiente. Durante este tempo, o açúcar vai derreter, garantindo que a fruta não se desintegre como resultado deste processo e mantenha a sua cor. Após 12 horas, coloque a mistura em uma panela antiaderente, acrescente o suco de limão e deixe em fogo baixo, mexendo delicadamente, até que todo o açúcar derreta. Quando você não sentir mais cristais de açúcar ao mexer, ligue o fogo e cozinhe por 10 minutos. Em seguida, desligue o fogo, acrescente a manteiga, mexendo delicadamente, até dissolver. Deixe esfriar, esterilize os potes, coloque a geléia neles, tampe e ferva os potes cheios por 10 minutos. A compota assim preparada suporta a temperatura ambiente durante um ano, desde que seja guardada no frigorífico após a abertura do frasco.


1 kg de morangos pequenos
300 gramas de açúcar mascavo
o suco de um limão
manteiga como uma noz

Lave os morangos e seque cada um com papel-toalha, pois o excesso de água evitará que a geleia grude. Corte suas caudas cavando suavemente nelas para remover suas marcas lenhosas. Corte os morangos maiores pela metade. Coloque os morangos em uma tigela e polvilhe com cuidado o açúcar sobre eles, depois deixe-os descobertos por 12 horas em temperatura ambiente. Durante este tempo, o açúcar vai derreter, garantindo que a fruta não se desintegre como resultado deste processo e mantenha a sua cor. Após 12 horas, coloque a mistura em uma panela antiaderente, acrescente o suco de limão e deixe em fogo baixo, mexendo delicadamente, até que todo o açúcar derreta. Quando você não sentir mais cristais de açúcar ao mexer, ligue o fogo e cozinhe por 10 minutos. Em seguida, desligue o fogo, acrescente a manteiga, mexendo delicadamente, até dissolver. Deixe esfriar, esterilize os potes, coloque a geléia neles, tampe e ferva os potes cheios por 10 minutos. A compota assim preparada resiste à temperatura ambiente durante um ano, desde que seja guardada no frigorífico após a abertura do frasco.


1 kg de morangos pequenos
300 gramas de açúcar mascavo
o suco de um limão
manteiga como uma noz

Lave os morangos e seque cada um com papel-toalha, pois o excesso de água evitará que a geléia grude. Corte suas caudas cavando suavemente nelas para remover suas marcas lenhosas. Corte os morangos maiores pela metade. Coloque os morangos em uma tigela e polvilhe com cuidado o açúcar sobre eles, depois deixe-os descobertos por 12 horas em temperatura ambiente. Durante este tempo, o açúcar vai derreter, garantindo que a fruta não se desintegre como resultado deste processo e mantenha a sua cor. Após 12 horas, coloque a mistura em uma panela antiaderente, acrescente o suco de limão e deixe em fogo baixo, mexendo delicadamente, até que todo o açúcar derreta. Quando você não sentir mais cristais de açúcar ao mexer, ligue o fogo e cozinhe por 10 minutos. Em seguida, desligue o fogo, acrescente a manteiga, mexendo delicadamente, até dissolver. Deixe esfriar, esterilize os potes, coloque a geléia neles, tampe e ferva os potes cheios por 10 minutos. A compota assim preparada resiste à temperatura ambiente durante um ano, desde que seja guardada no frigorífico após a abertura do frasco.


1 kg de morangos pequenos
300 gramas de açúcar mascavo
o suco de um limão
manteiga como uma noz

Lave os morangos e seque cada um com papel-toalha, pois o excesso de água evitará que a geleia grude. Corte suas caudas cavando suavemente nelas para remover suas marcas lenhosas. Corte os morangos maiores pela metade. Coloque os morangos em uma tigela e polvilhe com cuidado o açúcar sobre eles, depois deixe-os descobertos por 12 horas em temperatura ambiente. Durante este tempo, o açúcar vai derreter, garantindo que a fruta não se desintegre como resultado deste processo e mantenha a sua cor. Após 12 horas, coloque a mistura em uma panela antiaderente, acrescente o suco de limão e deixe em fogo baixo, mexendo delicadamente, até que todo o açúcar derreta. Quando você não sentir mais cristais de açúcar ao mexer, ligue o fogo e cozinhe por 10 minutos. Em seguida, desligue o fogo, acrescente a manteiga, mexendo delicadamente, até dissolver. Deixe esfriar, esterilize os potes, coloque a geléia neles, tampe e ferva os potes cheios por 10 minutos. A compota assim preparada resiste à temperatura ambiente durante um ano, desde que seja guardada no frigorífico após a abertura do frasco.


1 kg de morangos pequenos
300 gramas de açúcar mascavo
o suco de um limão
manteiga como uma noz

Lave os morangos e seque cada um com papel-toalha, pois o excesso de água evitará que a geleia grude. Corte suas caudas cavando suavemente nelas para remover suas marcas lenhosas. Corte os morangos maiores pela metade. Coloque os morangos em uma tigela e polvilhe com cuidado o açúcar sobre eles, depois deixe-os descobertos por 12 horas em temperatura ambiente. Durante este tempo, o açúcar vai derreter, garantindo que a fruta não se desintegre como resultado deste processo e mantenha a sua cor. Após 12 horas, coloque a mistura em uma panela antiaderente, acrescente o suco de limão e deixe em fogo baixo, mexendo delicadamente, até que todo o açúcar derreta. Quando você não sentir mais cristais de açúcar ao mexer, ligue o fogo e cozinhe por 10 minutos. Em seguida, desligue o fogo, acrescente a manteiga, mexendo delicadamente, até dissolver. Deixe esfriar, esterilize os potes, coloque a geléia neles, tampe e ferva os potes cheios por 10 minutos. A compota assim preparada suporta a temperatura ambiente durante um ano, desde que seja guardada no frigorífico após a abertura do frasco.


Limpe os morangos das caudas verdes, lave-os em várias águas frias e divida-os em duas partes. Coloque a metade no fundo da tigela de geleia, cubra com metade do açúcar e coloque o resto da fruta. Cubra com o açúcar restante e deixe por 10 horas. Coloque a panela para ferver em fogo baixo, depois em fogo alto, acrescente rodelas finas de limão e retire do forno.

A pasteurização da geléia de morango é feita da seguinte forma: coloque a geléia em potes frios, amarre os potes com celofane ao meio e coloque-os lado a lado na bandeja preta do fogão. Acende-se o fogo, aquece-se o forno um quarto de hora, depois acende-se o fogo e deixa-se ferver a compota durante 20 minutos, a partir do momento em que começa a fervura a pasteurização é feita com a porta do forno entreaberta. Os potes não enchem muito, porque quando fervidos a geléia sobe e pode quebrar o celofane. Resfriando no forno. Só no dia seguinte os potes são retirados, etiquetados e guardados na despensa.

A geléia de morango pode ser consumida no pão com manteiga ou bolos diversos.


Preparação para uma geléia de morango com baixo teor de açúcar e sem conservantes (VÍDEO incluído)

Embora a receita da geléia de morango seja muito fácil de fazer, acho sempre útil poder assistir em um vídeo como ela foi preparada e aproveitar algumas dicas extras. Você encontrará a seguir a versão escrita da receita e a versão em formato de vídeo.

E se as receitas de vídeo forem úteis para você, inscreva-se no canal do YouTube para não perder nenhuma! Eu posto novas receitas de vídeo duas vezes por semana. Clique aqui para se inscrever!


Limpe os morangos das caudas verdes, lave-os em várias águas frias e divida-os em duas partes. Coloque a metade no fundo da tigela de geleia, cubra com metade do açúcar e coloque o restante da fruta. Cubra com o açúcar restante e deixe por 10 horas. Coloque a panela para ferver em fogo baixo, depois em fogo alto, acrescente rodelas finas de limão e retire do forno.

A pasteurização da geléia de morango é feita da seguinte forma: coloque a geléia em potes frios, amarre os potes com celofane ao meio e coloque-os lado a lado na bandeja preta do fogão. Acende-se o fogo, aquece-se o forno um quarto de hora, depois acende-se o fogo e deixa-se ferver a compota durante 20 minutos, a partir do momento em que começa a fervura a pasteurização é feita com a porta do forno entreaberta. Os potes não enchem muito, porque quando fervidos a geléia sobe e pode quebrar o celofane. Resfriando no forno. Só no dia seguinte os potes são retirados, etiquetados e guardados na despensa.

A geléia de morango pode ser consumida no pão com manteiga ou bolos diversos.


Como fazer geléia sem açúcar?

Não é fácil fazer isso porque, em princípio, as geléias devem ser muito cozidas, deixando pouco princípio nutricional na fruta. Além disso, as marmeladas clássicas, que são fervidas por horas, têm cores muito escuras devido à oxidação dos pigmentos naturais da fruta. O princípio arcaico de conservar frutas fervendo-as sem ferver açúcar é discutível. Ou seja, não adicionamos açúcar e apenas usamos a frutose (outro açúcar) da polpa da fruta que lutamos para concentrar para obter uma pasta não perecível. Isso leva horas e, como falei acima, o resultado não é muito bom: uma pasta marrom bem azeda mas que dura com o tempo. Veja aqui a receita de marmelada de frutas preparada como no passado & # 8211 aquela que era vendida "em uma caixa" na Aprozar ou Cooperativa e que podia ser cortada em fatias & # 8211 a receita aqui.

Outra marmelada clássica é a ameixa magiun que é preparada de forma semelhante, sem adição de açúcar & # 8211 a receita aqui.

Adoçante natural e agente gelificante de maçãs frescas

Você percebeu que eu não queria fazer algo assim com os delicados morangos, então recorri a outra opção: aquela com pectina natural extraída da maçã. Laura Laurențiu publicou em 2012 uma receita semelhante que foi minha fonte de inspiração só que ela usava apenas suco de maçã em lata (transparente). A ideia foi retomada por outros blogueiros que se esqueceram de indicar a fonte & # 8230

Fui mais longe e preparei uma decocção (guisado) começando com maçãs inteiras, da qual usei suco espremido na hora e cascas e talos. Este último contém a maior quantidade de pectina & # 8211, aquele agente gelificante natural que nos ajuda a "ligar" geleia ou geleia. As maçãs atuam tanto como adoçante natural quanto como aglutinante ou gelificante. Acontece que a pectina está mais concentrada nas maçãs verdes (verdes) do que nas maduras, mas, neste caso, também nos interessamos pelo seu teor de frutose (sua doçura). Então escolhi as maçãs maduras certas: nem mesmo verdes, mas não muito doces. Se você quiser, pode adicionar sacarina, estévia, açúcar verde, eritritol ou outros adoçantes permitidos no diabetes.

Aqui está a cor linda da minha geléia de morango sem açúcar feita com suco de maçã natural! Apresenta boa consistência bem como sabor e aroma a fruta fresca. As maçãs não parecem estar completamente cobertas pelo aroma dos morangos.

Veja como fiz uma geléia de damasco sem açúcar & # 8211 a receita aqui.

Você também pode aplicar esta receita a outras frutas: damascos, cerejas, cerejas ácidas, pêssegos, etc. Das quantidades abaixo resulta aprox. 450 g de compota de morango sem açúcar.


Limpe os morangos das caudas verdes, lave-os em várias águas frias e divida-os em duas partes. Coloque a metade no fundo da tigela de geleia, cubra com metade do açúcar e coloque o resto da fruta. Cubra com o açúcar restante e deixe por 10 horas. Coloque a panela para ferver em fogo baixo, depois em fogo alto, acrescente rodelas finas de limão e retire do forno.

A pasteurização da geléia de morango é feita da seguinte forma: coloque a geléia em potes frios, amarre os potes com celofane ao meio e coloque-os lado a lado na bandeja preta do fogão. Acende-se o fogo, aquece-se o forno um quarto de hora, depois acende-se o fogo e deixa-se ferver a compota durante 20 minutos, a partir do momento em que começa a fervura a pasteurização é feita com a porta do forno entreaberta. Os potes não enchem com muita força, porque quando fervidos a geléia sobe e pode quebrar o celofane. Resfriando no forno. Só no dia seguinte os potes são retirados, etiquetados e guardados na despensa.

A geléia de morango pode ser consumida no pão com manteiga ou bolos diversos.